Meteorologia

  • 21 ABRIL 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Avião cai na Rússia e mata 74; aeronave levava prisioneiros ucranianos

O avião de modelo Ilyushin Il-76 levava 65 prisioneiros ucranianos, além de seis tripulantes e três militares russos, de acordo com o Kremlin

Avião cai na Rússia e mata 74; aeronave levava prisioneiros ucranianos
Notícias ao Minuto Brasil

08:50 - 24/01/24 por Folhapress

Mundo Ucrânia/Rússia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um avião militar da Rússia caiu nesta quarta-feira (24) no sudoeste russo, perto da fronteira entre os países. Pelo menos 74 pessoas morreram, segundo o Ministério da Defesa em Moscou. A causa da queda é incerta.


O avião de modelo Ilyushin Il-76 levava 65 prisioneiros ucranianos, além de seis tripulantes e três militares russos, de acordo com o Kremlin. O transporte faria parte de uma operação para troca de presos do conflito. A aeronave explodiu, e não houve sobreviventes.

A queda ocorreu por volta das 11h no horário local (5h em Brasília) na região russa de Belgorodo, que vem sendo atacada com frequência pelas forças militares ucranianas. A capital regional, de mesmo nome, fica a apenas 80 km de Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia.

O deputado e general aposentado Andrei Kartapolov disse durante uma sessão no Parlamento da Rússia que o avião havia sido abatido por três mísseis de fabricação alemã ou americana. Ele não especificou qual seria a fonte da informação.

Outros parlamentares ecoaram a declaração de Kartapolov e acusaram Kiev de ter abatido a aeronave, incluindo o presidente da Câmara baixa, Viacheslav Volodin.

"Eles [ucranianos] abateram os próprios soldados em pleno ar", disse ele, sem apresentar provas. "Mães, esposas e filhos estavam à espera deles [prisioneiros]. Eles tomaram uma decisão e abateram os nossos pilotos indefesos em um avião de transporte militar."

O governo da Ucrânia não havia comentado o assunto até a manhã desta quarta. Logo após a queda, o jornal Ukrainska Pravda publicou que as forças de Kiev tinham abatido um avião que transportava mísseis S-300. O veículo depois recuou, dizendo que não havia confirmação.

Um vídeo publicado no aplicativo de mensagens Telegram pelo Baza, canal ligado aos serviços de segurança russos, mostrou a aeronave caindo perto da aldeia de Iablonovo, na região de Belgorodo. É possível ver uma vasta bola de fogo no momento em que a aeronave atinge o solo, seguida de uma coluna densa de fumaça preta.

Não há informações sobre a identidade dos prisioneiros que estavam a bordo nem da tripulação russa. O Ministério da Defesa russo tampouco indicou o destino do avião.

O governador local, Viacheslav Gladkov, disse que um "incidente" não especificado havia ocorrido no distrito de Korochanski, a nordeste da cidade de Belgorodo, e que investigadores e equipes de emergência estavam no local. O Kremlin disse apenas que estava analisando a situação.

O Il-76 é um avião de transporte militar projetado para transportar tropas, cargas, equipamentos militares e armas. Geralmente tem uma tripulação de cinco pessoas e pode transportar até 90 passageiros.

A região de Belgorodo, que faz fronteira com a Ucrânia, tem sido alvo de frequentes ataques da Ucrânia nos últimos meses, incluindo um ataque com mísseis em dezembro que matou 25 pessoas.

Desde o início da ofensiva contra a Ucrânia, a Rússia registrou vários desastres aéreos envolvendo aeronaves militares. Na semana passada, Kiev afirmou ter destruído um avião espião Beriev A-50 e um avião de comando Il-22.

O episódio mais emblemático ocorreu em agosto do ano passado, quando a queda de um avião matou o chefe do Grupo Wagner, Ievguêni Prigojin. O caso ocorreu exatos dois meses após o líder mercenário comandar um motim fracassado contra a cúpula militar do governo de Vladimir Putin.

Leia Também: Cenário de destruição após ataque noturno russo em Carcóvia; as imagens

Campo obrigatório