Meteorologia

  • 19 ABRIL 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Estados Unidos destroem míssil terra-ar dos Hutis no Iêmen

Os Estados Unidos destruíram no Iêmen um míssil terra-ar dos rebeldes Hutis, que constituía uma "ameaça iminente" para os aviões norte-americanos na região, anunciou hoje o comando militar dos EUA para o Médio Oriente (Centcom).

Estados Unidos destroem míssil terra-ar dos Hutis no Iêmen
Notícias ao Minuto Brasil

06:35 - 02/03/24 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Iêmen

As forças norte-americanas conduziram, na sexta-feira (1), "um ataque de autodefesa contra um míssil terra-ar (...) que estava pronto para ser lançado a partir de áreas controladas pelos Hutis no Iêmen", afirma numa publicação do Centcom na rede social X.

O míssil representava "uma ameaça iminente para os aviões norte-americanos na região", afirmou o comando, sem dar mais detalhes.

No mesmo dia, os Hutis lançaram um míssil antinavio que caiu no Mar Vermelho sem danificar embarcações, disse a mesma fonte.

Apoiado pelo Irã, o grupo xiita tem atacado desde novembro navios que acreditam estar ligados a Israel, alegando estar agindo em solidariedade com os palestinos na Faixa de Gaza.

Em resposta aos ataques dos Hutis, os Estados Unidos, que apoiam Israel, criaram uma força multinacional de proteção marítima no mar Vermelho em dezembro e, com a ajuda do Reino Unido, lançaram ataques no Iêmen contra os Hutis.

Desde então, os rebeldes alargaram os ataques a navios ligados aos Estados Unidos e Reino Unido.

Em resposta a estes ataques, as forças de Washington e Londres realizaram ofensivas contra 18 alvos Hutis em oito locais distintos no Iêmen, em 24 de fevereiro.

Uma pessoa morreu e oito outras ficaram feridas, anunciou a agência de notícias oficial dos Hutis.

Leia Também: Javier Milei anuncia pacote de leis que elimina privilégios políticos

Campo obrigatório