Meteorologia

  • 19 ABRIL 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Presidente iraniano afirma que ataque de Israel na Síria terá resposta

O ataque destruiu um edifício do Irã em Damasco na segunda-feira (1º). Segundo a mídia estatal iraniana, o bombardeio realizado por aeronaves militares de Israel resultou na morte de Mohammad Reza Zahedi, um comandante sênior da Guarda Revolucionária do Irã, e outras seis pessoas.

Presidente iraniano afirma que ataque de Israel na Síria terá resposta
Notícias ao Minuto Brasil

06:45 - 02/04/24 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Ebrahim Raisi

O presidente do Irã, Ebrahim Raisi, declarou nesta terça-feira (2) que o ataque de Israel ao consulado do país na Síria "não ficará sem resposta". Essa afirmação foi divulgada pela agência de notícias iraniana Tasnim.

O ataque destruiu um edifício do Irã em Damasco na segunda-feira (1º). Segundo a mídia estatal iraniana, o bombardeio realizado por aeronaves militares de Israel resultou na morte de Mohammad Reza Zahedi, um comandante sênior da Guarda Revolucionária do Irã, e outras seis pessoas.

O Irã, em uma declaração ao Conselho de Segurança da ONU, reivindicou seu direito de retaliar o ataque de Israel e solicitou uma reunião de emergência do órgão para discutir a agressão.

De acordo com a Tasnim, o presidente Raisi emitiu um comunicado nesta terça-feira condenando o ataque e o caracterizando como "ação agressiva e desesperada".

Ele também afirmou que a ação israelense viola as normas internacionais. Apesar de garantir que o ataque não passará sem resposta, o governo iraniano não especificou quais medidas serão tomadas.

O jornal "The New York Times" conversou com quatro autoridades israelenses, que confirmaram a autoria do ataque.

O ataque ao consulado Aeronaves militares israelenses atingiram o consulado do Irã em Damasco, na Síria, resultando na morte de sete membros da Guarda Revolucionária Iraniana.

Hossein Akbari, o embaixador do Irã na Síria, relatou que o consulado foi atingido por seis mísseis disparados por caças F-35. Akbari, que residia em uma ala anexa à embaixada e teve sua casa atingida, saiu ileso e prometeu uma resposta severa do Irã.

Um porta-voz militar de Israel se recusou a fazer comentários sobre relatos na mídia estrangeira.

Leia Também: Morte de funcionários de ajuda humanitária em Gaza "é uma tragédia"

Campo obrigatório