Meteorologia

  • 14 ABRIL 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Michelle viaja para os EUA após operação da PF contra Bolsonaro

Michelle e Damares vão percorrer igrejas de Orlando e Pompano Beach, na Flórida, Atlanta, na Geórgia, e Boston, em Massachusetts

Michelle viaja para os EUA após operação da PF contra Bolsonaro
Notícias ao Minuto Brasil

21:24 - 08/02/24 por Estadao Conteudo

Política Bastidores

Mesmo com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus aliados alvos da Operação Tempus Veritatis nesta quinta-feira, 8, a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro (PL) manteve a sua viagem aos Estados Unidos com a senadora Damares Alves (Republicanos-DF). As duas vão fazer uma turnê em igrejas evangélicas americanas, com ingressos de até US$ 95, o equivalente a R$ 474.

Entre a próxima segunda-feira, 12, e sexta-feira, 16, Michelle e Damares vão percorrer igrejas de Orlando e Pompano Beach, na Flórida, Atlanta, na Geórgia, e Boston, em Massachusetts. Ao Estadão, a assessoria de Damares informou que mesmo com a operação da PF, que apreendeu o passaporte de Bolsonaro e mandou prender quatro de seus assessores mais próximos, a agenda está "sem alterações e mantida".

A turnê se chama "Encontro das Mulheres Protagonistas" e possui ingressos que variam entre US$ 45 e R$ 95, ou R$ 225 a R$ 474 na cotação atual da moeda americana. Além do tíquete, são cobrados de US$ 8 a US$ 15 em impostos, o equivalente a R$ 75 no valor mais alto.

Quem pagar o valor mais caro terá direito a uma entrada antecipada, um livro da senadora e um "meet and greet", onde o pagante pode conhecer as palestrantes e tirar fotos com elas.

O Estadão procurou a assessoria da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, mas não obteve retorno.

Michelle cita versículo bíblico e Damares diz que está ‘indignada’ com operação

Logo após a deflagração da operação da PF nesta quinta, Michelle publicou uma passagem bíblica no Instagram. O versículo escolhido pela ex-primeira-dama foi Timóteo 1:17: "Ao Rei eterno, o Deus único, imortal e invisível, sejam honra e glória para todo o sempre. Amém".

Já Damares usou o X (antigo Twitter) para criticar a operação. "Na manhã de hoje, não há outro sentimento que não seja o de indignação, mas não podemos dizer que estamos surpresos. Sabemos como funciona o mecanismo. Muitos não acreditavam quando a gente falava e agora estão vendo tudo acontecer. Que Deus tenha misericórdia do nosso País", disse a senadora.

A operação da PF cumpriu 33 mandados de busca e apreensão, além de quatro mandados de prisão preventiva e 48 medidas cautelares diversas da prisão. A investigação apura a existência de uma organização criminosa responsável por atuar em tentativa de golpe de Estado e abolição do Estado Democrático de Direito.

Bolsonaro e outros alvos afirmaram, via defesa, que vão cumprir as determinações impostas pela Justiça, mas que ainda não tiveram acesso às investigações para saberem o que pesa contra cada um deles.

Campo obrigatório