Meteorologia

  • 29 MAIO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Líder do governo diz que é necessário 'consertinho' na relação com Lira

José Guimarães (PT-CE) disse que "tem que ter sempre sintonia com o Lira"

Líder do governo diz que é necessário 'consertinho' na relação com Lira
Notícias ao Minuto Brasil

19:36 - 19/04/24 por Folhapress

Política Governo

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE) afirmou nesta sexta-feira (19) que é necessário um "consertinho" na relação entre o governo Lula (PT) e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Em meio a uma nova crise entre a articulação política do governo com Lira, Guimarães ainda acrescentou que "tem que ter sempre sintonia com o Lira".

"Isso é só fazer um consertinho ali, um consertinho lá, mas nada que atrapalhe a nossa vontade e o presidente Lira tem tido essa vontade de votar os projetos de interesse do país", completou.

As declarações foram dadas logo após almoço com Lula no Palácio do Planalto, para acertar a articulação política no Congresso Nacional. O encontro, que não estava previsto na agenda do presidente, aconteceu em meio ao risco de avanço da pauta-bomba no Congresso e aos problemas com Lira.

Participaram, além de Guimarães, os ministros-chefes da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT), da Casa Civil, Rui Costa (PT) e da Secom (Secretaria de Comunicação Social), Paulo Pimenta (PT). Também estavam presentes os líderes do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), e no Congresso, Randolfe Rodrigues (sem partido-AP).

Na semana passada, o presidente da Câmara criticou abertamente Padilha, responsável pela articulação política do governo. Disse que o ministro era um "desafeto pessoal" e "incompetente".

Após chegar de viagem à Colômbia, Lula tem discutido a possibilidade de se encontrar com Lira e também com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e ministros do Supremo Tribunal Federal.

Guimarães buscou minimizar a relação do governo com Arthur Lira, acrescentando que o tema não foi discutido durante o encontro. Também não quis comentar a possibilidade de um encontro entre Lula e o presidente da Câmara, acrescentando que sua função é atuar em conjunto com os líderes e não cuidar da agenda do mandatário.

Campo obrigatório