Meteorologia

  • 24 JUNHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

'Estudar virou pecado; não pode estudar hoje, não pode ler livros', diz Haddad

Eu gosto de ser estudante, eu acho legal continuar sendo estudante, e aprender coisas que eu não sabia, que eu não reparei antes", disse Haddad durante evento de pré-campanha a prefeito de São Paulo do deputado Guilherme Boulos (PSOL-SP).

'Estudar virou pecado; não pode estudar hoje, não pode ler livros', diz Haddad
Notícias ao Minuto Brasil

13:30 - 25/05/24 por Estadao Conteudo

Política ministro da Fazenda

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse que não vê problema em continuar estudando e em ter tempo para ler seus livros. "Estudar virou pecado no Brasil, você não pode hoje ler livro e estudar. Eu quero estudar, porque eu tenho a chance de ter aula. Eu gosto de ser estudante, eu acho legal continuar sendo estudante, e aprender coisas que eu não sabia, que eu não reparei antes", disse Haddad durante evento de pré-campanha a prefeito de São Paulo do deputado Guilherme Boulos (PSOL-SP).

Na quarta-feira, 22, na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, o deputado Felipe Barros (PL-PR) disse que o ministro deveria "voltar aos livros e deixar a política. O hábito de leitura do ministro entrou no foco da oposição após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva cobrar Haddad a deixar um pouco os livros para se dedicar mais à interlocução com o Congresso.

A fala de hoje de Haddad aconteceu quando ele lembrou da decisão de antecipar a sua saída do ministério da Educação, em janeiro de 2012, para voltar à universidade, antes de se candidatar à prefeitura de São Paulo. Disse que à época queria ter tempo para conversar com as pessoas em São Paulo e ter tempo para estudar.

"Eu quero sair em janeiro, eu quero tempo para conversar com as pessoas. Eu quero tempo para ouvir as pessoas, saber o que elas estão pensando em São Paulo. Eu quero tempo para estudar, sabe?", lembrou Haddad.

Campo obrigatório