Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Ex-assessora de Bolsonaro trabalhava como personal durante expediente

Nathalia foi nomeada na Câmara dos Deputados em Dezembro de 2016, como secretária parlamentar e lotada no gabinete de Jair Bolsonaro. Nos últimos meses seu salário chegou aos R$ 10.088,42

Ex-assessora de Bolsonaro trabalhava como personal durante expediente
Notícias ao Minuto Brasil

06:08 - 15/12/18 por Notícias Ao Minuto

Política Coaf

Uma ex-assessora de gabinete do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), na Câmara dos Deputados, em Brasília, trabalhava como personal trainer e morava no Rio de Janeiro na mesma época. Nathalia Melo de Queiroz aparece no relatório da Coaf, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras.

De acordo com o "Jornal Nacional", Nathalia é filha de Fabrício de Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, deputado estadual e senador eleito. Ela teria trabalhado como assessora de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e posteriormente como secretária parlamentar no gabinete de Bolsonaro.

O jornal "Folha de S. Paulo", revelou nesta sexta-feira(14), que Nathalia trabalhava nesta mesma época como personal trainer no Rio de Janeiro.

Ainda segundo a "Folha de S. Paulo", “em sua descrição numa rede social, Nathalia identificava-se como educadora física e certificada em eletroestimulação”.

+Posse de Bolsonaro deve ter aparelhos que bloqueiam celular e drones

De acordo com a TV Globo, entre 2011 e 2012, época em que era servidora da Assembleia do estado, Nathalia trabalhou como recepcionista numa academia que fica em um e shopping do Rio de Janeiro.

Nathalia foi nomeada na Câmara dos Deputados em Dezembro de 2016, como secretária parlamentar e lotada no gabinete de Jair Bolsonaro. Nos últimos meses seu salário chegou aos R$ 10.088,42.

Clientes que contrataram os serviços de Nathalia como personal trainer confirmaram que ela atendia em dias de semana, e em horários comerciais. O seu cargo na Câmara dos Deputados prevê que ela cumpra 40 horas semanais no gabinete.

Segundo informado no "Jornal Nacional", Nathalia apagou seu perfil nas redes sociais.

+Bolsonaro fala sobre extradição de Battisti e manda recado à Itália

No início da semana, Bolsonaro foi questionado sobre a funcionária do gabinete dele, Nathalia. Respondeu: “Ah, pelo amor de Deus, pergunta para o chefe de gabinete. Eu tenho 15 funcionários comigo”.

No relatório da Coaf, consta que o nome de Nathalia está associado a uma transferência de R$84 mil para a conta do pai dela, Fabrício de Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, derante 13 meses, incluindo o período em que trabalhava no gabinete do presidente eleito.

Fabrício Queiroz foi convocado pelo Ministério Público para prestar depoimento semana que vem.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório