Meteorologia

  • 17 ABRIL 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Polícia indicia coaches americanos por favorecimento de exploração sexual em 'curso de pegação'

Polícia indicia coaches americanos por favorecimento de exploração sexual em 'curso de pegação' em SP

Polícia indicia coaches americanos por favorecimento de exploração sexual em 'curso de pegação'
Notícias ao Minuto Brasil

11:00 - 02/07/23 por Folhapress

Justiça POLÍCIA-SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Civil finalizou inquérito e indiciou dois coaches americanos e um brasileiro por favorecimento de exploração sexual mediante fraude em um suposto curso de namoro oferecido em São Paulo. O crime, previsto no artigo 228 do Código Penal, prevê pena de dois a cinco anos de prisão e multa.

A investigação foi concluída nesta sexta-feira (30) e remetida ao Poder Judiciário. Ministério Público e Tribunal de Justiça ainda não se manifestaram.
Os estrangeiros indiciados se apresentam na internet como David Bond e Mike Pickupalpha (nomes fictícios). Eles fazem parte do grupo Millionaire Social Circle, que oferece cursos a homens com supostas técnicas para conquistar mulheres.

Em fevereiro, a dupla esteve na capital paulista e promoveu uma festa para que os alunos pudessem "colocar em prática" o conteúdo das aulas. Mulheres que estiveram no evento disseram à polícia que não sabiam da existência do curso e que foram filmadas e fotografadas sem aviso.

A festa aconteceu em uma mansão no Morumbi, bairro nobre da zona sul de São Paulo. A locação do imóvel foi intermediada pelo coach brasileiro Fabricio Castro, também indiciado pela polícia. Na internet, ele defendeu os americanos e refutou acusação de turismo sexual pelo grupo.

A Embratur (agência de promoção do turismo internacional) chegou a acionar a Polícia Federal para solicitar investigação sobre o grupo. O Millionaire Social Circle faz excursões a outros países, geralmente subdesenvolvidos, e costuma enaltecer a desigualdade social em publicações nas redes sociais.
Antes de vir ao Brasil, os tutores do grupo fizeram alguns vídeos para explicar os motivos que os levaram a escolher a capital paulista como primeiro destino de 2023. A palavra usada pelos americanos para descrever o país é "exótico". Segundo eles, por aqui há "mulheres exóticas" e "exótica justaposição entre ricos e pobres".

OUTRO LADO
Após a repercussão do caso nas redes sociais, os integrantes do Millionaire Social Circle gravaram uma live em que afirmam que foram vítimas da cultura do cancelamento no Brasil e que foram acusados falsamente de turismo sexual e tráfico humano e de promover prostituição.

"Essas feministas são tão estúpidas", diz Mike, para quem as mulheres que revelaram o caso não estão "fazendo nada da vida" e "não são pessoas ocupadas". "Nenhuma delas está na faculdade de medicina."

Em outro momento, afirma que uma das mulheres que foi à festa e gravou um vídeo sobre o evento é uma "garota feia e gorda". "As mulheres atraentes nos defenderam. Nos vídeos da festa, todos estão sorrindo."

À Folha o grupo nega que a festa tenha ligação com o curso e afirma que estiveram em São Paulo para realizar uma "conferência de namoro". "Nós queremos que as pessoas saibam o que nós fazemos. Tudo é público."

Leia Também: Porteiro de hospital é espancado por causa de controle remoto

Campo obrigatório