Meteorologia

  • 05 JULHO 2020
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Beneficiários do Bolsa-Família recebem conversor para tv

Pessoas inscritas poderão assistir a filmes brasileiros por meio de aplicativo

Beneficiários do Bolsa-Família recebem conversor para tv
Notícias ao Minuto Brasil

19:55 - 26/10/16 por Notícias Ao Minuto

Brasil Sinal digital

Os beneficiários do Bolsa-Família que recebem o conversor para captar o sinal digital de televisão já têm acesso a filmes nacionais por meio do aplicativo de TV Digital. Pelo menos seis filmes já foram licenciados. São longas-metragens de ficção e documentário produzidos com o apoio da Lei do Audiovisual, em iniciativa desenvolvida pelo Ministério da Cultura (MinC).

Entre os títulos, "Aqui deste Lugar", um filme de Sérgio Machado e Fernando Coimbra, e "Era Uma Vez Dois Verões", com direção de Jorge Furtado. O programa permite o acesso gratuito às obras nacionais.

"O processo da TV Digital vem sendo trabalhado há anos e possibilitará a interatividade dos consumidores, especialmente os cadastrados no Bolsa-Família. É uma perspectiva importante sobre o ponto de vista social", destacou o secretário do Audiovisual do MinC, Alfredo Bertini. Com a nova tecnologia, os beneficiários do Bolsa-Família recebem, gratuitamente, um kit contendo conversor, controle remoto e antena adaptada às condições do domicílio.

No caso específico dos filmes, ficarão disponíveis para serem vistos de acordo com a conveniência do telespectador e sem a necessidade de conexão de internet. "São conteúdos audiovisuais produzidos com recursos públicos, nada mais justo do que democratizar esse acesso", disse Bertini.

Plataforma

O conversor tem a interface de interatividade Ginga C e aprimoramentos desenvolvidos pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), oferecendo ao usuário a possibilidade de acessar aplicativos e programas com várias facilidades.

Em termos de comparação, a plataforma se assemelha ao Netflix, programa comercial de streaming que ganhou força nos últimos anos no mundo e no Brasil. Bertini explica que a escolha dos títulos priorizará aqueles que não encontram canais de exibição.

Fim do sinal analógico

A distribuição do conversor começou com o projeto-piloto de abertura do sinal de TV digital na cidade goiana de Rio Verde, no início deste ano. Atualmente, Brasília e as regiões administrativas do Distrito Federal fazem a transição. O prazo expira nesta quarta, 26 de outubro, nessas localidades.

O processo de migração da TV analógica para a digital está programado para ser executado em todo o país, gradualmente, até 2020. Neste ano, o Sistema Analógico de Televisão será desligado e a faixa dos 700 MHz que ele ocupa será oferecida ao mercado de operadores de telefonia para a instalação de tecnologia 4G no Brasil. As informações são do Portal Brasil.

Campo obrigatório