Meteorologia

  • 25 MAIO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Sharon Stone revela que produtor a pressionou a fazer sexo com ator para 'salvar' filme

Em 1993, o produtor Robert Evans a pressionou a fazer sexo com o colega de elenco Billy Baldwin, relatou a atriz

Sharon Stone revela que produtor a pressionou a fazer sexo com ator para 'salvar' filme
Notícias ao Minuto Brasil

05:14 - 13/03/24 por Folhapress

Fama SHARON-STONE

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Sharon Stone, 66, falou sobre uma situação abusiva que viveu em sua carreira. Em 1993, o produtor Robert Evans a pressionou a fazer sexo com o colega de elenco Billy Baldwin, relatou a atriz.

Os dois faziam par romântico no filme "Invasão de Privacidade". Na época, o produtor chamou Sharon para conversar em sua sala e aconselhou que ela transasse com o colega para tentar "salvar seu filme", já que a atuação de Billy era sofrível. A atriz contou a história no podcast de Louis Theroux.

"Ele me chamou na sala dele e começou a explicar que eu deveria transar com Billy Baldwin porque isso melhoraria a performance dele como ator e daria 'química ao casal' na tela, o que poderia 'salvar o filme'", contou a atriz.

"De repente o problema do filme era eu, porque eu era muito careta, e não uma atriz de verdade que poderia só transar com o ator e colocar as coisas de volta nos trilhos. O problema era comigo porque eu era muito inibida", continuou.

A atriz disse ainda que chegou a sugerir outros atores para substituir Billy Baldwin, como Michael Douglas. "Eu não teria que transar com o Michael Douglas, porque ele conseguiria simplesmente ensaiar, trabalhar e gravar o filme", disse.

Sharon já havia contado a história em sua autobiografia, mas sem dar nomes. Segundo ela, sua resposta ao produtor foi: "você acha que se eu transar com ele, isso vai transformá-lo num bom ator? Ninguém é tão bom de cama assim", lembrou. "Eu queria que eles simplesmente contratassem um ator talentoso, alguém que pudesse decorar o texto e entregar uma cena", desabafou.

A atriz disse que mandou os donos do filme se ferrarem e a deixarem fora disso. Apesar de considerado um fracasso de bilheteria, "Invasão de Privacidade" rendeu US$ 280 milhões. O produtor Robert Evans morreu em 2019, aos 89 anos.

Leia Também: Como está Kate Middleton após foto gerar teorias da conspiração?

Receba as notícias dos famosos, novelas, BBB e outros reality shows.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de actores, actrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório