Meteorologia

  • 13 JUNHO 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

RBD aponta rombo de quase US$ 1 milhão em turnê e acusa produtora

A companhia é comandada por Guillermo Rosas, ex-empresário do grupo

RBD aponta rombo de quase US$ 1 milhão em turnê e acusa produtora
Notícias ao Minuto Brasil

22:24 - 22/05/24 por Folhapress

Fama Justiça

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A banda RBD divulgou em documento nesta quarta-feira (22) uma suposto rombo de quase US$ 1 milhão de fundos da turnê "Soy Rebelde Tour" por parte da empresa T6H Entertainment, envolvida na produção dos shows. A companhia é comandada por Guillermo Rosas, ex-empresário do grupo.

Conforme o documento, a irregularidade foi revelada pela empresa Citrin Cooperman, responsável pela investigação das contas. O relatório indicou que a T6H Entertainment recebeu fundos da turnê desde dezembro de 2022, dos quais quase 1 milhão de dólares não estão contabilizados, mesmo após verificação de recibos e documentos que a T6H Entertainment forneceu.

O comunicado informa ainda que a Citrin Cooperman foi recomendada pela T6H Entertainment, que teria atrasado o processo ao não assinar documentos necessários à resolução dos pagamentos e à turnê. O documento afirma que nenhum dos membros do grupo teve acesso à gestão do dinheiro ou realizou pagamentos.

O grupo, com formação atual de Anahí, Christian Chavez, Christopher von Uckermann, Dulce María e Maite Perroni, está sendo representado no caso por um escritório de advocacia da Califórnia (EUA). O texto esclarece que foi necessário, pelo ocorrido, haver uma pausa nos trabalhos da banda, como uma possível continuação da turnê.

Os membros do RBD, pelo documento, se dirigiram ainda aos fãs, prometendo mantê-los informados sobre o caso e agradecendo a paciência dos admiradores do grupo.

Nessa terça-feira (21), Guillermo Rosas fez um pronunciamento pela primeira vez sobre as acusações de ter desviado dinheiro da banda na 'Soy Rebelde Tour', que passou pelo Brasil em novembro do ano passado.

Em nota enviada à revista People Espanha, Rosas disse que nem ele nem sua empresa, T6H Entertainment, "desviou ou fez uso ilícito de qualquer tipo de dinheiro da 'Soy Rebelde Tour'. Também não participou de nenhum tipo de desvio de qualquer espécie, como sugeriram alguns meios de comunicação."

O empresário também disse que menos de 10% do dinheiro envolvido na turnê estava sob sua responsabilidade. "Estes foram administrados pela T6H principalmente durante a fase de pré-produção para a realização deste projeto. A empresa Souls Productions Inc, responsável pelos artistas, administrou o restante das receitas e fundos da turnê (mais de 90%) desde o primeiro fim de semana de shows."

Maite Perroni afirmou em janeiro que o empresário já não trabalhava mais com a banda devido às acusações. Dulce María declarou à imprensa, na semana passada, que o grupo lamentou as auditorias, já que tinham planos de expandir a 'Soy Rebelde Tour' para outros estados e países.

Receba as notícias dos famosos, novelas, BBB e outros reality shows.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de actores, actrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório