Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Homem salvou mãe antes de morrer em ataque na Catedral de Campinas

"Ele me protegeu, ele me empurrou para dentro do banco e caiu por cima de mim", relata Jandira Prado Monteiro, de 62 anos

Homem salvou mãe antes de morrer em ataque na Catedral de Campinas
Notícias ao Minuto Brasil

07:35 - 17/12/18 por Notícias Ao Minuto

Justiça momentos de pânico

Uma sobrevivente do ataque dentro da Catedral de Campinas (SP) que causou a morte de cinco pessoas no último dia 11 disse que foi salva por seu filho, que pulou por cima dela para a proteger durante o tiroteio. Jandira Prado Monteiro, de 62 anos, teve a clavícula quebrada por um disparo e Sidnei Vitor Monteiro, de 39, morreu baleado

"Ele me protegeu, ele me empurrou para dentro do banco e caiu por cima de mim. Quando ele viu que os tiros continuavam, ele chamou para correr. Eu virei, o sangue dele minou nas costas. Falei 'meu Deus do céu'", revelou Jandira em entrevista ao Fantástico.

"Eu sai lá para fora e já comecei a pedir socorro. 'Socorro, socorro, Nossa Senhora Aparecida, nosso Senhor Jesus Cristo. Nós estamos machucados aqui, nós estamos baleados aqui'", completou a idosa.

+ Sobreviventes de queda de avião no MT relatam 5 dias de sufoco

Notícias ao Minuto

(Reprodução / TV Globo)

No dia do ataque, Jandira e Sidnei estavam sentados dois bancos atrás do atirador, Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos. Ele assassinou cinco pessoas e se matou com um tiro na cabeça, segundo a Polícia Militar.

Segundo a reportagem, a idosa ficou internada no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti até o dia 12 e deixou a unidade hospitalar para ir ao velório do filho.

Leia também: Saiba como foi a 1ª noite de João de Deus na prisão

+ Trio que vendia carne humana em salgados é condenado

Corpo de menina raptada por padrasto é achado em matagal

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório