Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 10º

Edição

Dicas para viajar com o pet

São necessários alguns cuidados para garantir que tudo ocorra de forma tranquila, sem causar nenhum sofrimento ao animal

Dicas para viajar com o pet
Notícias ao Minuto Brasil

19:00 - 19/11/17 por Notícias Ao Minuto

Lifestyle Férias

A poucas semanas do fim de 2017, muitas pessoas já estão planejado a tradicional viagem das férias. Esse é o momento de reunir a família, brincar com as crianças, desbravar novos lugares e também para sair em um “passeio mais longo” com o seu pet. Mas, claro, são necessários alguns cuidados para garantir que tudo ocorra de forma tranquila, sem causar nenhum sofrimento ao animal.

+ Já começou os preparativos para o Natal? Cuidado com as costas

O primeiro passo, de acordo com René Rodrigues Junior, médico veterinário da clínica Magnus, é recomendável que o cão ou gato passe por uma avaliação veterinária antes da viagem, principalmente em caso de longas distâncias. Assim, surpresas desagradáveis em relação à saúde do animalzinho podem ser evitadas. Além disso, a carteira de vacinação sempre deve estar em dia - isso é obrigatório!

Para quem vai viajar de carro, os artigos 235 e 254 do Código de Trânsito Brasileiro exigem que os animais sejam transportados dentro de uma caixinha ou gaiola apropriada. Isso é fundamental não apenas para o conforto do pet, mas também para a segurança do motorista e dos passageiros. Outra dica importante é fazer algumas paradas ao longo do caminho para o bichinho relaxar, beber água, urinar e dar uma caminhada.

Já para aqueles que vão viajar de avião, é obrigatório o porte da GTA (Guia de Transporte Animal). Esse documento é uma espécie de “atestado médico” para o pet e pode ser adquirido de forma rápida com o um veterinário. A GTA evita qualquer transtorno burocrático com as companhias aéreas, aeroportos e até a imigração, mas vale a pena sempre se informar se o animal vai viajar em um compartimento próprio para transporte animal ou se poderá acompanhar o seu dono.

Quanto a alimentação, em roteiros superiores a oito horas, o recomendado é que os animais façam uma refeição leve, pouco antes de embarcar. No entanto, é essencial recompensar “o tempo perdido” ao fim da viagem, com o retorno à refeição normal do pet.

Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Brasil Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório