Meteorologia

  • 13 NOVEMBRO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Julgamento anulado por jurada trocar 7 mil mensagens com família

O julgamento original tinha resultado na condenação de um médico pelo homicídio da mulher

Notícias ao Minuto Brasil

23:45 - 31/10/19 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo EUA

Em 2015, Robert Neulander foi condenado por um júri de Nova Iorque pelo homicídio da sua mulher. Mas o seu julgamento será agora repetido, porque um dos membros do júri trocou sete mil mensagens com familiares e amigos durante as três semanas do julgamento, segundo o The New York Times.

No último dia 22 de outubro, o Tribunal de Recursos de Nova Iorque confirmou a decisão de outro tribunal que já tinha considerado o comportamento da jurada Johnna Lorraine tão mau, que Robert Neulander deveria ter um novo julgamento.

A denúncia do comportamento da jurada foi revelada no dia em que foi conhecido o veredito. Um outro membro do júri entrou em contato com um advogado de Neulander e alertou-o para a forma como Johnna Lorraine agiu durante o julgamento. Descobriu-se então que a jurada votou pela condenação de Neulander e que trocou sete mil mensagens com a família da vítima.

Centenas dessas mensagens envolviam questões relacionadas com o caso, uma violação da regra que adverte que os jurados não devem discutir os casos até o julgamento ser concluído.

Numa das mensagens trocadas durante o julgamento, o pai de Johnna Lorraine disse a ela para se “certificar de que ele vai ser dado como culpado”.

Robert Neulander passou três anos na prisão. Foi libertado sob fiança no ano passado, quando o tribunal de recursos decidiu a seu favor.

Campo obrigatório