Emirates corta voos do Oriente Médio para os Estados Unidos

Decreto de Trump que barrou entrada de cidadãos de países de maioria muçulmana afetou negócios da empresa

© DR
Mundo efeito Trump 22:16 - 19/04/17 POR Notícias Ao Minuto

A maior companhia aérea do Oriente Médio está reduzindo em 20% o número de voos para os Estados Unidos por conta das medidas de segurança mais duras impostas pelo presidente Donald Trump.

PUB

Segundo a Emirates, dos Emirados Árabes Unidos, a tentativa de Trump de bloquear a entrada de cidadãos provenientes de países de maioria muçulmana afetou significativamente os negócios da empresa, mesmo depois da medida ser derrubada pela Justiça dos Estados Unidos.

A companhia disse ainda que a proibição do uso de laptops e outros dispositivos pessoais durante voos com origem a determinadas cidades, como é o caso de Dubai, também colaborou para reduzir a demanda por passagens.

Leia também: Pelo Facebook, brasileira denuncia xenofobia em metrô do Porto

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

X