Meteorologia

  • 16 ABRIL 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Cães e gatos sofrem as consequências dos incêndios no Chile; veja

Mais de 100 animais já foram tratados por veterinários da Universidade Viña del Mar, em um cenário que configura a maior emergência natural desde o terremoto de 2010

Incêndios no Chile. Veterinários já trataram mais de 100 animais

Notícias ao Minuto Brasil

06:38 - 06/02/24 por Notícias ao Minuto Brasil

Mundo Chile

Em meio aos escombros deixados pelos incêndios florestais que devastaram o Chile, causando a morte de mais de 120 pessoas, cães e gatos perambulam cobertos de cinza e com queimaduras. Mais de 100 animais já foram tratados por veterinários da Universidade Viña del Mar, em um cenário que configura a maior emergência natural desde o terremoto de 2010, que vitimou 525 pessoas e deixou milhares de feridos no sul do país.

Christopher Romero, de 22 anos, estava fazendo compras quando os fogos atingiram sua casa na sexta-feira. Seu pai conseguiu resgatar a família em segurança, mas seus dois cães, Black e Kiara, fugiram.

No domingo, quando a família retornou à casa para verificar os danos e procurar os animais, um vizinho os informou que um cão da raça Akita estava em uma ravina, queimado e sem se mover.

"Fomos ver e era o Black. Ele não conseguia andar, estava com medo e em choque. Não deixava ninguém se aproximar dele", contou o jovem à agência Reuters.

Vizinhos ajudaram a família a transportar Black para a Universidade Viña del Mar, onde os veterinários têm cuidado de animais feridos nos incêndios.

Segundo o diretor da instituição, Nicolas Escobar, a clínica já atendeu mais de 100 cães, gatos e coelhos desde sexta-feira. Apesar de já ter recebido animais em outros incêndios florestais, os fogos que assolam o Chile nos últimos dias representam "uma tragédia muito maior".

"Nunca vi uma situação tão complicada", disse ele.

A clínica também está ajudando a localizar os donos de animais de estimação perdidos através das redes sociais e da digitalização de microchips. O responsável destacou que já foi possível reunir alguns animais com seus donos, mas muitos ainda estão desaparecidos. Kiara é um deles.

A onda de calor resultante do fenômeno climático El Niño está atingindo o sul da América Latina, provocando incêndios florestais agravados pelo aquecimento global. O fenômeno ameaça ainda a Argentina, o Paraguai e o Brasil nos próximos dias.

Na segunda-feira, o alto representante da União Europeia (UE) para os Negócios Estrangeiros, Josep Borrell, ofereceu ajuda ao Chile para o combate aos incêndios.

Percorra a galeria.

Leia Também: Incêndios no Chile já fizeram 112 mortos; veja as imagens da tragédia

Campo obrigatório