Meteorologia

  • 19 ABRIL 2024
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Navio bate, derruba ponte e mata ao menos 5 na China

O navio porta-contêineres navegava entre as cidades de Foshan e Guangzhou e bateu na ponte Lixinsha às 5h30 no horário local (18h30 de quarta no horário de Brasília), segundo a emissora estatal CCTV (China Central Television)

Navio bate, derruba ponte e mata ao menos 5 na China - Navio bate, derruba ponte e mata ao menos 5 na China

Notícias ao Minuto Brasil

10:30 - 22/02/24 por Folhapress

Mundo CHINA-ACIDENTE

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Cinco pessoas morreram após a colisão de uma embarcação com uma ponte na região de Guangzhou, no sul da China. Parte da estrutura colapsou, e veículos que transitavam caíram na água, segundo autoridades.

O navio porta-contêineres navegava entre as cidades de Foshan e Guangzhou e bateu na ponte Lixinsha às 5h30 no horário local (18h30 de quarta no horário de Brasília), segundo a emissora estatal CCTV (China Central Television). A rede de televisão disse que a colisão ocorreu devido a "operações inadequadas da tripulação", sem entrar em detalhes. O proprietário da embarcação foi detido de forma provisória até que as investigações sejam concluídas.

A embarcação atingiu um dos pilares da ponte, o que provocou o colapso de parte da pista. Imagens divulgadas pela CCTV após o incidente mostram o navio vazio entre duas colunas da estrutura, que é a principal rota para quem quer entrar ou sair da ilha de Sanmin. O tráfego rodoviário foi interrompido.

Dois veículos, incluindo um ônibus, caíram na água. Outros três acabaram sobre a embarcação, segundo a CCTV. Apenas o motorista estava no ônibus. Além dele, um motociclista e três pessoas que estavam em uma van também morreram.

Mais de cem socorristas, incluindo seis mergulhadores, e cerca de 15 barcos foram mobilizados para os resgates, segundo autoridades locais. Bombeiros conseguiram resgatar duas pessoas, que foram hospitalizadas em situação estável. Um tripulante do navio sofreu ferimentos leves.

Em comunicado anterior, autoridades disseram que duas pessoas haviam morrido e que três estavam desaparecidas. Horas depois, a imprensa chinesa informou que "as três pessoas desaparecidas foram encontradas sem sinais vitais".

A província de Guangzhou, onde ocorreu o acidente, é uma importante área industrial e um dos centros de transporte marítimo e comércio mais movimentados da China.

Leia Também: Ameaça nuclear? Putin é "um FDP maluco", diz Biden

Campo obrigatório